domingo, 16 de janeiro de 2011

Antevisão do Jogo - F.C.Porto x Naval - Liga Zon Sagres


Na conferência de imprensa de antevisão da recepção à Naval (16.ª jornada da Liga), o treinador André Villas-Boas fez um balanço do percurso do FC Porto nesta época e pediu a confiança e apoio dos adeptos para o futuro. O próximo desafio é já no domingo, às 18h, frente a uma equipa agressiva e motivada pela mudança no comando técnico.

O árbitro é Cosme Machado, auxiliado por Henrique Parente e por Inácio Pereira.

LISTA OFICIAL DE CONVOCADOS 

Guarda-redes: Helton e Pawel Kieszek.
Defesas: Maicon, Rolando, Fucile, Sapunaru, Otamendi, Emídio Rafael.
Médios: Guarín, Belluschi, João Moutinho, Mariano, Fernando e Ruben Micael.
Avançados: Hulk, Varela, Falcão, James.

Antevisão de André Villas Boas:


Adversário agressivo
«Sem qualquer tipo de crítica ao trabalho do Fernando Mira, se encontrarmos a Naval que vimos em Guimarães será uma Naval completamente diferente. Digo isso não só pela forma agressiva como se apresentou, em termos defensivos e ofensivos, mas também pela motivação que demonstrou, tendo em conta que era uma equipa que estava condenada desde cedo. Encontrou finalmente a sua motivação e ambiciona fugir à despromoção. No ano passado, por esta altura, o Belenenses era mais do que último, mas acabou por terminar à frente do Leixões e, se não fossem alguns resultados, não era impossível que se tivesse salvo. Enquadro a Naval neste espírito, está mais do que a tempo de evitar a despromoção. Ganhou em Guimarães com dez elementos, num campo difícil, com grande empenho e uma nova motivação e organização. Foi o primeiro relance que tivemos desta nova Naval, mas é nessa equipa que quero acreditar e é sobre ela que vamos trabalhar.»

Exigência elevada
«Nós é que criámos um patamar exibicional elevado e que os adeptos, com maior ou menor legitimidade, querem cobrar. Se a ideia dos adeptos for ver resultados volumosos a acontecerem continuamente, aviso desde já que isso não vai acontecer. Todos os jogos são difíceis, os adversários estudam-nos – o que obriga a novas adaptações – e temos um calendário complicado. Se estão à espera de ópera, de 5-0 em todos os jogos, é melhor partirem para outra, não se chatearem muito. Precisamos de motivação, de quem nos defenda e apoie 90 minutos, de quem goste do espectáculo, da serie de vitórias e do que este grupo está a construir.»

Respeitar o imprevisível
«Falhámos na Taça de Liga, em que precisamos de uma série de resultados, mas ainda vamos a tempo de recuperar. A equipa está consolidada em termos de processos, mas pode chocar com fortes organizações, que a levem a ter resultados mais ou menos expressivos. Qualquer inversão de qualquer campeonato pode acontecer. O nosso momento negativo pode chegar. Tivemos uma série de bons resultados, podemos ter uma série de maus. Os nossos adversários passaram por essa série negativa no início da época e o que se passou depois foi a consolidação dos mesmos. Temos de respeitar o imprevisível e reduzir ao máximo as hipóteses de quem nos persegue.»

Calendário intenso
«O FC Porto é uma equipa habituada a ganhar, é claramente a melhor equipa portuguesa da actualidade e luta para o ser também na estatística histórica. Num ano em que nos faltou o título, temos de ver que houve um Benfica que cresceu, que ficou diferente e coerente. Não ameaçou o título nos últimos anos como o fez na época passada e como ameaça agora. Seguem-se semanas intensas para o FC Porto, olhando para o calendário. Janeiro e Fevereiro são meses muito complicados para nós. O FC Porto é uma equipa de topo, que está habituada a jogar a meio da semana, e penso que estaremos preparados. Ainda podemos ter uma palavra a dizer na Taça da Liga e nas outras competições.»

Paixão pelo clube
«Ambicionei esta posição de uma forma louca, cega. É o clube que defendo, onde cresci. Qualquer adepto de qualquer clube que esteja aqui presente sabe o que sente pelo seu emblema e eu, na posição em que estou, faço-o com o mesmo fervor. Esta é a posição máxima que ambicionei. Tive acesso a ela numa fase prematura da carreira, mas com plena consciência de que não vinha por brincadeira e de que era suficientemente competente para manter o clube na rota do sucesso.»


O MEU ONZE:

11 comentários:

Anónimo disse...

espero que Guarin continue na equipa. sauda-se o regresso de Varela. estranho o Walter de fora...

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Hoje vamos ter um adversário motivado depois da excelente vitória em Guimarães. Esta Naval andou à deriva neste campeonato, não se coadunando a qualidade do seu plantel com a posição que ocupa na tabela classificativa.
É uma equipa com jogadores bons tecnicamente, capazes de segurar bola e de a circular com qualidade. Godemeche, Alex Hauw, Marinho e Fábio Júnior são jogadores de qualidade. Na defesa têm um central que aprecio, João Real, e contam ainda com os experientes Orestes e Daniel Cruz.
Já vão no 3º. treinador da época, mas Mozer trouxe motivação a esta equipa.
O Porto tem por isso de entrar com mais rapidez na circulação, da que tem tido nos últimos jogos, e tentar resolver a contenda cedo. Vai ser um jogo de paciência, e por isso os adeptos têm de apoiar a equipa.

Estou convicto que se jogarmos ao nosso nível ganharemos, pois somos superiores.

Abraço e bom fim de semana

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Anónimo disse...

Caros Portistas,

Vamos encher o Dragão na primeira jornada da 2a volta e mostrar a nossa vontade em ser campeões contra tudo e contra todos.
Meus caros pelas minhas contas so precisamos de 38 dos 45 em disputa, o que quer dizer que so nos faltam 12 vitorias. Quem ganhou 36 seguidos não consegue ganhar mais 12 com esta equipa brilhante e à Porto, claro que consegue e ainda mais com a nossa ajuda e vontade, amanhã todos ao Dragão.

EU CANTAREI POR TI ATé QUE A VOZ ME DOA, CONTIGO EM TODO O LADO DURANTE TODO ANO SO PORQUE EU TE AMO

CONTRA TUDO E CONTRA TODOS
COMO SEMPRE FOI OU JA SE ESQUECERAM

F.C.PORTO SEMPRE

Anónimo disse...

Concordo com tudo o que diz no post.. não suporto e não entendo os assobios à equipa, acho que há portistas que sentem prazer quando as coisas não correm bem, esperam ansiosamente por uma exibição menos boa para dizerem "eu avisei" ..tenho muitas reservas em relação ao "portismo" destes adeptos. Como é possível um jogador como o Hulk ser assobiado??o nosso melhor jogador de longe.
Espero que a equipa inicial seja a que colocou no post, acho o Fucile muito melhor que o Rafa.

Permita-me discordar da piada da semana, para mim é esta sensacional frase do lampião coentrada: "sou o melhor lateral do mundo"..ou esta digna de um cartaz a colocar no balneário do FCP "estamos mais fortes que o FCPorto". Emociono-me com a sua modéstia, acho que está a precisar de outro banho de humildade, como só o FCP sabe dar (5-0).

Ana Moreira

FCP Sempre

Anónimo disse...

Só nao assobia quem não sabe assobiar.

Eu se quiser ver opera, música pimba, ou cinema sei onde vou.
Acho que o André Vilas Boas, perdeu uma grande oportunidade de estar calado.

O futebol é um desporto de paixões em qualquer parte do mundo.
Quando se manifesta, é sinal que não estamos acomudados, e queremos que equipa faça melhor. Assobiamos ao àrbitro, aos assistentes, aos adversários e a todos que sejam contra nós.

O estádio do Dragão: não é nehuma sinagoga, nem sala de repouso.
Nós até pagamos!... vamos ver os jogos quando está frio, chuva, neve e outras intempéries.
AVB se fosse a ti, passavas sem este tipo de comentários e fazias o que sabes fazer melhor; que é treinar.

O PORTO É GRANDE VIVA O PORTO.

Anónimo disse...

Só não assobia quem não sabe assobiar. uns berram, outros comem para dentro com palavrões, enfim hà de tudo porque o Futebol é um desporto de paixões.

AVB perdeu uma grande oportunidadede de estar calado e de fazer aquilo que ele sabe melhor, que é treinar.

Assobiamos ao àrbitro, ao juíz de linha, aos assistentes, aos adversários, e a todos que são contra nós. assobiamos porque nunca nos acomudamos (quem não se sente não é filho de boa gente) e queremos sempre mais.

Nós pagamos, vamos ver os jogos com frio, neve, chuva e outras intempéries.
O estádio do Dragão não é nenhuma Sinagoga nem casa de repouso.

Força FCPorto... vamos ganhar ao Nabal é a nossa obrigação.

O PORTO É GRANDE VIVA O PORTO.

João Manuel Couto disse...

Boas,
Eu logo vou ao Dragão mas não é para ir para assobiar, é para ir para a apoiar a equipa e anima-la.
FORÇA FCP!
abraço

João Manuel Couto disse...

PS - Tiago, cada dia que passa o teu blogue está mais conhecido pelo mundo.
Parabéns!

Tiago Araújo disse...

J.M.Couto,
Eu espero bem que sim, e agradeço muito a todos visitantes.
abraço

rui disse...

O nosso vicio é vencer...

Nuno Araújo disse...

André Villas Boas já anda a pensar no jogo com o Sevilha, que ditará o apuramento para os quartos-de-final da Liga Europa. Uma operação tratada ao mais alto nível e que começou ontem, com uma viagem-relâmpago do treinador e do director geral, Antero Henrique, à capital da Andaluzia.

O primeiro jogo é a 17 de Fevereiro, mas a oportunidade de assistir ao jogo com o Espanhol foi muito bem aproveitada, até porque os dragões vão ter um calendário muito apertado e o técnico não terá muitas possibilidades de observar ao vivo o adversário espanhol.

Se os ceús andassem como há um mês carregados de neve talvez Villas Boas não tivesse arriscado a viagem que começou ao final da manhã de ontem, no Aeroporto de Pedras Rubras. O treinador dirigiu o treino da manhã, acertou a lista de convocados, que publicamos na página seguinte, e voou para o aeroporto, na companhia de Antero Henrique. Depois, foi a viagem até Madrid, num voo da Ibéria, e daí para Sevilha, onde assistiram ao encontro com o Espanhol de Barcelona.

Dado que o encontro só começou às 21 horas portuguesas, o regresso ao Porto só vai acontecer ao final da manhã de hoje, mas a tempo de ambos almoçarem com a equipa (o director-geral almoça normalmente com a equipa). Os jogadores concentram-se no Dragão, convivem aí durante a refeição, e depois é esperar para que comece o jogo com a Naval (18 horas, Sport Tv1), o primeiro da segunda volta do campeonato.

Todo o plano de jogo ficou feito antes da partida para Sevilha. Villas Boas tem hoje a oportunidade de uma última conversa com os convocados, como é costume em dias de jogos, para alinhavar alguns pormenores e, essencialmente, falar da estratégia.

fonte: abola.pt

ASSIM É QUE É AVB!