quinta-feira, 4 de outubro de 2012

F.C.Porto 1-0 PSG . Parabéns mágico Porto!


FICHA DE JOGO

FC Porto-Paris Saint-Germain, 1-0
UEFA Champions League, grupo A, segunda jornada
3 de Outubro de 2012
Estádio das Antas, no Porto
Assistência: 36.509? espectadores

Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)
Assistentes: Michael Mullarkey e Darren Cann
Quarto árbitro: Stephen Child
Assistentes adicionais: Lee Probert e Lee Mason

FC PORTO: Helton; Danilo, Maicon, Otamendi e Alex Sandro; Fernando, João Moutinho e Lucho (cap.); Varela, Jackson Martínez e James
Substituições: Varela por Atsu (73m), Lucho por Defour (81m) e James por Mangala (90m+1)
Não utilizados: Fabiano, Miguel Lopes, Castro e Kleber
Treinador: Vítor Pereira

PARIS SAINT-GERMAIN: Sirigu; Van der Wiel, Thiago Silva, Sakho (cap.) e Maxwell; Verratti, Chamtôme, Matuidi e Nenê; Ménez e Ibrahimovic
Substituições: Van der Wiel por Jallet (62m), Ménez por Lavezzi (73m) e Lavezzi por Pastore (80m)
Não utilizados: Douchez, Alex, Armand e Kevin Gameiro
Treinador: Carlo Ancelotti

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: James (83m)
Cartões amarelos: Thiago Silva (5m), Fernando (45m+1) e Jallet (71m)
Cartões vermelhos: nada a assinalar

 Um golo espectacular de James, a sete minutos dos 90, permitiu ao FC Porto bater o Paris Saint-Germain por 1-0, somar a segunda vitória em dois jogos no grupo A da Champions League e dar um passe de gigante rumo à próxima fase da competição. A equipa francesa, recheada de vedetas, foi vulgarizada no Dragão e é caso para perguntar: com um futebol destes, quem quer ser milionário?

O presidente do PSG, o catari Nasser Al-Khelaifi gastou mais de 250 milhões de euros em jogadores como Ibrahimovic, Thiago Silva e Pastore, nos últimos dois anos. O FC Porto mostrou de novo ser capaz de fazer mais com menos: começou por entrar muito bem no jogo, trocando a bola a preceito, em passes geralmente curtos e em progressão. O futebol que os Dragões praticaram durante boa parte da primeira parte foi bonito, perante um adversário que se mostrou temeroso dos azuis e brancos. Com as linhas recuadas e apostando apenas no contra-ataque, os franceses deram sempre a ideia de que sairiam do Dragão satisfeitos com um empate.

Aos cinco minutos, já o guarda-redes Sirigu tinha passado por duas situações aflitivas: primeiro defendeu um cabeceamento de James e depois foi João Moutinho, após assistência de Jackson Martínez, a rematar às malhas laterias. No banco do PSG, Marco Ancelotti gesticulava, pois estava a sofrer um aperto inédito na época parisiense. Ibrahimovic encabeçou a reacção forasteira, cabeceando ao lado e obrigando Helton a defesa atenta, com um toque pouco ortodoxo. Pelo meio, aos 17 minutos, Moutinho rematou rente ao poste. Mesmo não conseguindo manter sempre o mesmo ritmo, o FC Porto nunca largou o domínio do encontro.

Até ao intervalo, os Dragões desfrutariam de mais dois lances para golo. Aos 28 minutos, James, de pé esquerdo, obrigou Sirigu a desviar para canto. Cinco minutos depois, Jackson cabeceou por cima da trave um livre cobrado por João Moutinho. Contas feitas, somavam-se cinco ocasiões de golo para a equipa da casa e duas para o Paris Saint-Germain. O nulo era lisonjeiro para os franceses.

No recomeço, Jackson e James tiveram oportunidades de remate em boa posição, mas apareceu sempre uma perna de um jogador adversário. O FC Porto reentrou efectuando de novo uma pressão muito alta, mas algo saía invariavelmente mal no capítulo do remate, mesmo quando os lances eram bem delineados. Exemplo disso foi um “tiro” à meia-volta de James, de primeira, em que a bola saiu milimetricamente ao lado do poste. Um minuto depois, aos 60, surgiria a melhor oportunidade de golo dos Dragões até ao momento: Moutinho ganhou a bola a meio-campo e isolou Varela, que não foi capaz de evitar Sirigu.

Ancelotti pressentia o perigo e trocava de lateral-direito, procurando “estancar” a sangria que Varela impunha no flanco esquerdo do ataque portista. Van der Wiel deu lugar a Jallet, aos 62 minutos, e aos 74 Vítor Pereira colocava no terreno de jogo Atsu, saindo Varela. A exibição do português nada deixou a desejar, mas a velocidade do ganês causou de imediato “estragos”: na primeira vez em que tocou na bola testou as luvas de Sirigu, e, aos 79, teve uma arrancada fantástica, de uns 30 metros, que terminou numa defesa milagrosa do guardião do PSG.

A justiça tardava, mas chegaria aos 83 minutos, num momento em que o FC Porto estava completamente instalado no meio-campo dos franceses, que já nem tentavam sair a jogar. Moutinho “inventou” uma jogada na esquerda, Fernando desviou o cruzamento de cabeça e a bola sobrou para James, que, na direita do ataque, rematou colocado, de primeira, fazendo o Dragão explodir. Mais do que merecidamente.

28 comentários:

Hugo disse...

FCPorto totalmente merecedor da vitória e vamos isolados na fase de grupos. Somos Porto!

António Dinis disse...

Grande e mágico FCPORTO a que assisti hoje no Dragão. A minha alegria é enorme depois so Barça ter ido ganhar ao Benfica e agora este grande resultado com um golaço de James. Somos espetaculares! Somos PORTO!

Manuel disse...

Porto simplesmente espetacular!

Rui Morais disse...

PORTO!

GRANDE JOGO
GRANDE NOITE
LINDO, LINDO, LINDO.

FORÇA PORTO!

Anónimo disse...

oje o FCP realizou na primeira parte uma exibição bastante agradável, denotando uma persistente procura do golo, bem como uma positiva segurança defensiva.

No reinício o FCP manteve a sua persistência ofensiva sem descurar a defesa e conseguiu fruto do seu enorme talento e fantástica tenacidade obter um meritório triunfo.

Abraço
Porto Castle

Anónimo disse...

Fizemos um jogo muito bom. Dominámos, tivemos muitas oportunidades (pena falhar tantas) e a vitória é muito saborosa. Estamos em condições de fazer uma fase de grupos muito tranquila.

Espero que continuem assim, e nada melhor do que receber o Sporting para manter a motivação nos píncaros.

Força FC Porto! O nosso orgulho!

Anónimo disse...

Excelente!!!

Sem saudosismos, e pq acho q o jackson é grande jogador, com falcão goleávamos!!!

Moutinho gigante!
Alex Sandro, craque! Álvaro k??!?!!
Lucho...
James, craque!
Todos os outros mt bem.
VP muito bem na abordagem.
Com esta atitude em Portugal 90% das vezes podíamos relaxar no fim da primeira parte. Os jogadores adoram a championas...
Venham os lagartos

Vp

Anónimo disse...

Grande jogo! Finalmente um jogo "à Porto". A jogar assim, o medo é coisa que não me assiste.
Infelizmente a exibição de hoje só demonstra que o que motiva a equipa é o adversário, não o treinador.

Abraço.

Dragão Azul

MFA disse...

LINDO!!!!!!!

Dragus Invictus disse...

Bom dia

O FC Porto encarou o jogo, como deveria encarar: Favorito!

O adversário, novo rico da Europa do futebol, levou um banho de bola perante um dos melhores clubes europeus.

Fomos agressivos, dominamos e controlamos perfeitamente o jogo, permitindo apenas por duas vezes que o PSG criasse real perigo.

O nosso trio do miolo, ritmou o jogo, foi inteligente tácticamente, pressionando na saída de bola a equipa francesa.

Foi neste sector da equipa que residiu o segredo para a vitória, com Moutinho sublime.

VP esteve bem na substituição de Varela por Atsu, pois nos últimos 15 minutos, dava a ideia que a equipa já se havia conformado com o empate, e já começava a irritar o jogo da nossa equipa, pois nós somos melhores e sentíamos que se apertássemos venceríamos.
O jovem africano foi o elemento que despertou o nosso jogo e nos empurrou para a frente, e eis que apareceu James no jogo, que até então estava encolhido, e até poderia ter sido alvo de substituição.

Moutinho o melhor em campo, numa excelente iniciativa proporcionou a El Bandido uma finalização sublime de primeira, garantindo-nos assim a justa vitória e um passo importantíssimo rumo aos oitavos-de-final.

O resultado foi escasso face ao nosso domínio e oportunidades criadas.

Agora há que não embandeirar em arco, ser humildes, e encarar todos os jogos com a mesma atitude.
Temos de melhorar muito na finalização. Jackson aparece muitas vezes perdido, parecendo que a bola foge dele.

Abraço
Paulo

pronunciadodragao.blogspot.pt

Anónimo disse...

Grande jogo. Jogamos com vontade, com ambição, sobretudo com convicção. O resultado peca por escasso, é certo, mas o golo de James vale por três. Não nos iludamos porém: o PSG é mesmo uma grande equipa que apenas teve o "infortúnio" de defrontar um adversário que hoje foi ENORME. Lucho, Moutinho, Alexandro e Fernando, durante todo o jogo, e James, na segunda parte, foram decisivos. Uma palavra também para Otamendi, Varela e Atsu, o jovem Diabo do Gana. O FCP sobe a pulso e Vítor Pereira está a justificar a confiança. Poucas vezes vi exibição tão segura contra um adversário desta qualidade.

Anónimo disse...

O jogo de ontem devia fazer refletir muita gente dentro da estrutura do clube, com VP incluído.
Nao foi um jogo perfeito, ainda há muito para melhorar, mas foi completamente diferente, para melhor, do que têm sido as exibiçoes habituais.
Mas como dizia no inicio, é um jogo muito rico para analisarmos o futebol do Porto, considerando na melhor exibiçao da época, a equipa acaba com menos posse de bola do que um adversário que vem, declaradamente jogar em contra-ataque, e nao faz da posse de bola, a sua arma. O Porto nao jogou ontem com a sua identidade habitual, apostou mais em transiçoes rápidas, quando o normal é a circulaçao da bola tentando despocisionar o adversário, desta vez o meio-campo funcionou, porque lhe foram pedidas tarefas diferentes do habitual.
Deveria ser altura de haver decisoes claras para VP, ou quer jogar em posse e aí continuo a dizer que este meio-campo na maior parte das vezes nao vai conseguir resolver os problemas colocados pelas equipas adversárias, ou quer jogar mais em transiçoes rápidas e aí sim este meio-campo tem qualidades para se impor.

Anónimo disse...

Foi, de facto, um bom jogo e uma boa exibição da equipa do FC Porto. Merecemos a vitória, que nos deixa numa situação favorável, apesar de ainda faltarem alguns jogos, para passar à próxima fase. Pena foi aquele descuido do Helton, que nos poderia ter saído caro! Agora é preparar com calma a recepção ao SCP e esperar que a equipa se comporte da mesma maneira e que ganhe!

Jorge disse...

Uma noite memorável que nunca me irei esquecer! PARABÉNS PORTO!

João Lopes disse...

Bom jogo o de ontem, ganhámos merecidamente só o resultado peca por escasso.

Jogámos com atitude, raça, entreajuda e muita qualidade, ontem vimos mais uma vez a enorme qualidade de jogadores que temos neste plantel.

Mas nem tudo na minha opinião foi perfeito, não vou falar dos 2 erros que cometemos que poderiam ter dado golo para os franceses mas sim de uma tactica que precisa de melhorar e que basicamente se resume a 2 aspectos que já vêm desde o ano passado.

Uma é que atacamos com poucos jogadores e confirma-se isso quando saímos para o contra ataque e constantemente os extremos depois de chegar no ultimo terço do campo param o jogo á espera dos médios, o PL está demasiadas vezes só contra 2-3 adversários, penso que a equipa devia subir toda ela 10m no terreno, por um lado tinhamos mais jogadores atacar e por outro as linhas também ficavam mais juntas como acontecia no Porto do AVB, a outra questão é que devemos fazer uma pressão mais alta e saber fechar melhor as linhas de passe das equipas adversárias.

O PSG é uma equipa milionária recheada de jogadores do mais alto nível mas ainda não joga como equipa, neste momento é uma equipa acessível ao Porto e fiquei sempre com aquele amargo na boca de que poderíamos perfeitamente ter ganho por mais golos.

O importante no jogo de ontem foi a nossa atitude, jogámos como uma equipa á Porto e demonstrámos que temos um plantel recheado de excelentes jogadores que pode e deve dar ainda mais, estamos na frente isolados, com 2 vitórias e 2M€ que bem falta fazem.

Agora contra o Sporting é ter a mesma atitude e garra e dificilmente não ganhamos aos lagartos.

Rui Anjos (Dragaopentacampeao) disse...

Foi no fundo a vitória do colectivismo ainda que o resultado tenha sido colorido com uma autêntica obra de arte de James.

Quando se joga com esta atitude, o mais provável é ganhar. Pena foi a ineficácia no remate, que a não acontecer, transformaria este magro resultado num outro mais amplo e mais justo.

Apesar de tudo, ainda houve algumas falhas defensivas de «palmatória», felizmente sem consequências, mas que convém não repetir.

Estão todos de parabéns e espero que daqui para a frente todos se empenhem da mesma forma, seja que adversário for.

Um abraço

Anónimo disse...

Caro Tiago,

Em primeiro lugar esta vitória é dedicada a adeptos como o Teófilo e demais guitarristas, obrigado por nos avisares e nos guiares companheiro...Sem esquecer o MST que teceu loas ao Jesus e escarneceu o Vitor Pereira para espicaçar os nossos jogadores...

Um abraço,

Portista de Cascais

Anónimo disse...

Bom dia.
Quem era aquele extraterrestre que o Porto contratou ara este jogo? O da camisola 8.

Porto, o meu clube

Saci Pererê disse...

http://videa.hu/videok/zene/porto-1-0-psg-v-ReQS2nUZ8AGFzKsv

Muito bom resumo e em Francês ehehehehe

Teófilo disse...

Caros Portistas,

Como vimos hoje fomos Porto e ganhamos com mérito. Devemos e podemos ser sempre Porto! não pode ser só na liga dos campeões!
Parabéns a todos! os jogadores estiveram em altíssimo nível, excepto um lance ou outro que podia ter consequências graves.
Como vêem quando SOMOS PORTO, SOMOS FORTÍSSIMOS E PODEMOS GANHAR A QUALQUER EQUIPA!
Na liga dos campeões não se pode falhar tantas oportunidades, fica a chamada de atenção porque muitas vezes paga-se caro, mas como diz o DVP hoje houve justiça no futebol.
Obrigado ao nosso Porto que hoje nos deu mais uma alegria mais esta vitória importantíssima.
Há que manter esta atitude sempre, também no campeonato para não darmos hipóteses a ninguém.

SEMPRE F.C.PORTO

AIRES disse...

Saí do DRAGÃO orgulhoso pela exibição da equipa, mas depois questiono-me como é possivel esta diferença de atitude, de jogo jogado, dum jogo para outro.


VIVA O FUTEBOL CLUBE DO PORTO

Anónimo disse...

Ora bem, experiência não se resume apenas aos jogadores que constam uma equipa. é muito mais que isso. tem a ver com os intervenientes que o preparam, com a estrutura de balneário.
ontem o fcporto era uma má equipa, remendada e que devia mudar de táctica só porque empatou com o rio ave. hoje já é uma equipa que pode fazer qualquer coisa significativa na champions. por outro lado se não vencermos o sporting, o VP já tem de ir pra rua porque em vez de estar ordens aos jogadores está a escrever no livrinho.

à parte disso gostei do nosso fcp como todos nós. mais do que criar oportunidades foi uma equipa com garra, com lição estudada,muito competente e com muita personalidade. No entanto, Fernando notou-se aqui e ali que ainda não está na sua melhor forma física, Danilo também tem de evoluir mas para isso tem de jogar de forma mais consecutiva. maicon e otamendi ainda tremem e não é pouco.


Cumps,
Juca

Anónimo disse...

Viva o Vitor Pereira Carago!!

Anónimo disse...

Os portistas que criticam não são inferiores aos outros, só querem que a equipa ganhe e de preferência com exibições agradáveis. Depois de ver o jogo da champions, mais motivos temos para criticar a exibição em vila do conde. Vamos deixar de ser arrogantes e vir para os fóruns dividir entre os bonzinhos que nunca criticam e os demonios que falam mal de alguém responsável no clube.

Miguel Oliveira

Anónimo disse...

Sublime excelente um jogo à FCP o melhor jogo da era VP Parabéns atodo a equipa e a VP.

Só vou destacar na excelência dois casos em particular pois que fui muito critico com a sua paostura com o RA. J Moutinho esteve excelente do melhor que já vi, uma prestação que só foi pena não ter a felecidade de ter concretizado aquele remate na àrea e tb para VP esteve excelente até nos comentários.

Agora as minhas criticas:
Tinha razão quando escrevi que estava a preensivo quanto ao FDP do chifrudo do MU nomeado pelo mafioso do Platini desta vez não expulsou mas mais um penalti por marcar.

Agora um reparo ao péssimo trabalho (revejam o jogo) do FDP do Freitas Lobo, se num jogo da LC não consegue passar o tempo a elogiar o PSG e desmerecer o jogo do FCP, prova o facciosismo dele. Eu vou cancelar a minha assinatura e irei mais uma vez enviar mais um mail dando queixa das sua escolhas de comentadores para os jogos do FCP. Temos sempre que levar com o FDP do Lobinho de Vila do Conde.

Faço aqui um apelo aos portistas para que se juntem ao meu protesto

Silva Pereira

Anónimo disse...

da próxima venham às compras no dragão!

Tiago Araújo disse...

Toda a gente nesta altura questiona a diferença de exibição do Rio Ave x FCPorto para o FCPorto x PSG, o que importante é que levamos a melhor sobre o P$G e estamos isolados no grupo A.

ytool disse...

Acho que posso ariscar este comentário: Somos PORTO!