sexta-feira, 15 de abril de 2011

Spartak Moscovo 2-5 F.C.Porto . Grande Porto!



assistência: --- espectadores.

Árbitro: Viktor Kassai (Hungria); Assistentes: Gabor Eros e Gyorgy Ring; Quarto árbitro: Istvan Vad; Assistentes adicionais: Mihaly Fabian e Tamás Bognar.

SPARTAK MOSCOVO: Dykan; Kirill Kombarov, Suchý, Sheshukov e Makeev; Rafael Carioca e Alex «cap.»; McGeady, Dzyuba e Yakovlev; Welliton.
Substituições: Welliton por Ari (46m), Kirill Kombarov por Dmitri Kombarov (46m) e Rafael Carioca por Ibson (69m).
Não utilizados: Belenov, Khodyrev, Obukhov e Ozobic.
Treinador: Valeriy Karpin.

FC PORTO: Helton «cap.»; Fucile, Rolando, Otamendi e Alvaro Pereira; Fernando, Guarín e João Moutinho; Hulk, Falcao e Rodríguez.
Substituições: Fucile por Sapunaru (28m), João Moutinho por Rúben Micael (46m) e Falcao por James (73m).
Não utilizados: Beto, Maicon, Varela e Souza.
Treinador: André Villas-Boas.

Marcadores: Hulk (28m), Rodríguez (45+2m), Guarín (47m), Dzyuba (52m), Falcao (54m), Ari (72m) e Rúben Micael (90m).

Disciplina: cartão amarelo a Dzyuba (25m).

Com uma vantagem de 5-1 na bagagem, o FC Porto sabia que ia enfrentar em Moscovo uma resposta do adversário em busca da redenção, mas esta foi pouco eficaz e o FC Porto foi quase sempre dono e senhor dos acontecimentos, acabando por vencer por 5-2.

De facto, os moscovitas entraram melhor em jogo e logo aos 7’, um grande trabalho de McGeady na área portista terminou com um remate fortíssimo para uma grande defesa de Helton.



A equipa de Karpin fez-se valer do relvado sintético para surpreender os jogadores azuis e brancos em alguns lances, onde pareciam ser mais rápidos sobre a bola, mas um lance de contra-ataque fulminante dos campeões nacionais terminou com a aparente superioridade russa: aos 28’, Hulk arrancou a toda a velocidade da zona de meio-campo, driblou um adversário, e só com Dikan pela frente escolheu o lado e abriu o marcador no Estádio Luzhniki.

À passagem da meia hora Rodriguez podia ter aproveitado para aumentar a contagem, mas Dikan opôs-se bem e o Spartak voltou a crescer no jogo, naquele que foi mesmo o melhor período dos moscovitas. O uruguaio não se deu por satisfeito e voltou à carga já em período de descontos, respondendo de cabeça a um canto da direita e aumentando para 2-0 a vantagem dos dragões.

Se o FC Porto saiu da primeira parte a marcar, decidiu reentrar em campo do mesmo modo, com Guarín a voltar a marcar na Rússia depois de já ter facturado frente ao CSKA. Rúben Micael (que entrou para o lugar de Moutinho) rasgou a defesa do Spartak com um passe em profundidade, Falcao permitiu a defesa ao guardião russo e depois assistiu o compatriota, que num remate cruzado fez o 3-0.

Eliminatória claramente resolvida e desnivelada e talvez por isso os dragões relaxaram, com Dzyuba a aproveitar a benesse: o gigante russo fez um túnel sobre Otamendi, desviou de Rolando e na cara de Helton fez o tento de honra do Spartak.

O FC Porto respondeu de imediato e num jogo de parada e resposta repôs a diferença em três golos por intermédio de Falcao, que fez de cabeça e após um canto o seu 11º golo na Liga Europa, cimentando a sua liderança na lista de melhores marcadores.



O FC Porto optou no segundo tempo por gerir o resultado e jogar com o relógio e talvez por isso surgiram mais desconcentrações e espaços na defesa portuguesa. Ari, avançado brasileiro, aproveitou uma dessas desatenções e colocou o resultado em 4-2: passe de Dzyuba, Ari trabalhou tirou Helton do caminho e quase sem ângulo ainda conseguiu o remate para o fundo das redes.

Já em cima do apito final foi a vez de Rúben Micael fazer o gosto ao pé e aplicar nova "mão cheia" aos russos, fuzilando depois de um remate à barra de James.

A este triunfo do FC Porto por 5-2 soma-se o 5-1 da primeira mão. O FC Porto tem lugar assegurado nas meias-finais da Liga Europa, onde vai encontrar o Villarreal, de Espanha.

DECLARAÇÕES NO FINAL DA PARTIDA

André Villas-Boas: «Chegámos primeiro ao golo com eficácia, depois de o Spartak ter criado algumas oportunidades. Com o 2-0, e já na segunda parte, as equipas não se mostraram tão concentradas e marcou-se um número anormal de golos. Valeu pela vitória, pelo resultado e por um percurso cada vez mais impressionante. A partir de agora, quem se mostrar mais competente chegará à final, e nós tentaremos dar ainda um pouco mais, a ver se atingimos uma meta tão desejada. Na época passada, o Atlético de Madrid e o Fulham jogaram a final, mas poucos se recordarão das outras duas equipas que estiveram nas meias-finais. E para que este percurso se torne ainda mais notável, tentaremos chegar à final.»

Falcão: «O primeiro golo foi importante para nós e acabou por tranquilizar o nosso jogo. Depois de arrancar, ainda olhei para ver se o Falcao estava ao meu lado, para poder fazer a assistência para ele marcar e para que possa ser o melhor marcador da prova. Com a nossa humildade e concentração, as coisas vão acontecendo.»

9 comentários:

Manuel Cruz disse...

(...) Garra transbordante, alma e coração, empenho para vencer, para vergar o adversário e para o fazer implorar clemência. Asfixia-o, tira-lhe a bola, encosta-o e atinge-o nos momentos certos. Killer instict, dizia o sir. Sem fazer do futebol um exercício chato, paciente, táctico, com estratégia para aqui e para ali, com peças mexidas a medo e a copiar a cartilha. O jogo do FC Porto é genuíno. Com requintes de malvadez, um olhar desconcertante e aquele sorriso maléfico. Tem conhecimento, tem uma engrenagem, tem a obsessão pela posse, pela bola, saliva por tê-la, circulá-la e fazê-la girar pela equipa. Adoça com liberdade, com prazer, com gozo. Os jogadores estão inseridos num maquinismo. Mas isso não faz deles peças. São livres. Caos e organização... Já faz sentido? (...)

in Futebol Portugal

Anónimo disse...

Caros Portistas,

Depois de este jogo, só posso dizer temos uma equipa à Porto, trabalha, é humilde e joga, joga muito bem e hoje nem teve de forçar muito.
Para além disto temos um treinador Portista desde sempre e sócio há mais de 25 anos, isso para mim também me enche de orgulho.
Fica aqui uma frase para lançar uma campanha para os grandes Portistas que ainda não são sócios passem a ser;

Cada Dragão tem um cartão na mão, se assim for, só dá Porto campeão!


F.C.PORTO SEMPRE

F.C. Alentejano do Porto disse...

Boa tarde,
Mais uma grande vitória de um Grande Porto, a única equipa portuguesa que de forma sistemática se afirma como GRANDE na Europa e no Mundo.
Sabemos o valôr que temos e aquele que internacionalmente nos és reconhecido, bastando para isso, ler ou ouvir o que dizem da nossa equipa os comentadores de grandes orgãos de comunicação estrangeiros, que são quase unânimes em afirmar que neste momento o F.C.Porto é uma das 4 melhores equipas europeias, pela organização, pelo futebol que pratica, pelo conjunto de resultados, pela categoria dos jogadores que possui, ou seja, por tudo o que faz um GRANDE CLUBE.
Mas como ainda ontem após o jogo o meu filho me dizia: " Já viste pai? mesmo depois de tudo o que fazemos e ganhamos, o que é importante para estes tipos (C.Social), é o empate do clube do regime!"
Pois é filho! mas também é por isso que o F.C.Porto continua e continuará a ganhar, contra todos os freteiros, papa-almoços, incendiários e ressabiados que nos tentam vender peixe podre, ao preço do melhor marisco.
Força F.C.Porto.

Pedro disse...

Os jornalistas desportivos espanhóis são geralmente parcos em encómios em relação ao futebol português. Contudo, algumas pérolas que se podem ler no play-by-play do jogo do Villareal ontem no jornal Marca (em que os leitores podem ir fazendo umas perguntas a que o jornalista vai respondendo):

Tomas, y como ves al oporto? que ha superao la eliminatoria con un global 10-3... le veo junto con el villareal los aspirantes al titulo //
El Oporto, hoy por hoy, es uno de los cinco mejores equipos de Europa. Con eso está dicho todo.

________________________________

Entre los 5 mejores de europa Tomas? Barcelona, Madrid, Chelsea, Manchester United e Inter, ya te he dicho 5 equipos mejores que el Oporto. Contesta crack. Un saludo //
Inter y Chelsea juegan bastante peor que el Oporto.
___________________________

Para este jornalista espanhol somos, hoje por hoje, uma das 5 melhores equipas da Europa e num patamar acima de potentados como o Inter e o Chelsea. Ele pode estar enganado, mas aposto que ninguém dirá que é por muito.

Como é possível fazer isto com os recursos incrivelmente escassos de que dispomos é algo em que o país, em especial neste momento, deveria por os olhos.

Abraço

PS - Este blogue cada vez está melhor, este para mim é o melhor blogue do FCPorto.
Parabéns!

Armando da Rocha disse...

Já repararam que de repente o nosso Porto começou a marcar vários golos de bola parada?
Só prova o trabalho que esta equipa tem feito para melhorar cada vez mais.. :D

reine margot disse...

Neste momento já ninguém duvida que este clube é uma máquina de gabarito igual aos grandes da europa. e, isso quer dizer que somos mesmo feitos para estar sempre na champions.
é um feito tão grande,que com a nossa desconfiança natural e intrinsecamente nortenha até dá um pouco de dor de barriga até o jogo começar e os tiros à baliza adversária começarem... depois é um deleite: ver a posição dos jogadores em campo, ver a técnica, o Fernando que foi fazer mais um corte, o Rolando que se antecipou, o Hulk que dinamita aquilo tudo, o Falcao como um felino a mexer-se, o Rúben a tentar mais uma linha de passe...o Moutinho a pousar o jogo, o Otamendi a sair com autoridade de mais um corte providencial...até o Cebola a voltar aos golos... a única tristeza: o Fucile que até ali estava a jogar tão bem e que foi completamente abalroado por aquele tractor russo...
(pena que o Villareal não vista de vermelho...)

João Manuel Couto disse...

Boas,
Grande vitória do FCPorto, agora que estamos nas meias-finais vamos pensar em ir à final e ganhar a LIGA EUROPA.

Força FCP!

abraço

João Castro disse...

Primeiro Fucile, foi uma pena sobretudo pelo Homem, claro, pela equipa depois...
Fará falta com a sua garra e espírito à Dragão, sempre tive epreço por ele nos seus bons e menos bons momentos...
Que recupere depressa e a Taça lhe possa ser dedicada...
Não vi o jogo mas li e foi um resultadão, fantastico...
Os parabéns para o Braga...
E agora teremos a des-comunicação social a puxar só por um clube.

100% Dragão disse...

Boa Noite!

Criei a pouco tempo um espaço dedicado ao nosso FC Porto, se possível, gostaria de propor uma troca de links.

100% Dragão - http://fcporto.neositios.com

fcporto.neositios@gmail.com


Cumprimentos
100% Dragão