segunda-feira, 4 de abril de 2011

S.L.Benfica 1-2 F.C.Porto . CAMPEÕES ALLEZ!


assistência: --- espectadores.

Árbitro: Duarte Gomes (AF Lisboa), Assistentes: Tiago Trigo e Pedro Garcia; Quarto árbitro: Paulo Baptista.

BENFICA: Roberto; Airton, Luisão, Sidnei e Fábio Coentrão; Javi García, Sálvio, Aimar e Gaitan; Saviola e Jara.
Substituições: Aimar por César Peixoto (46m), Jara por Cardozo (46m) e Airton por Jardel (62m).
Não utilizados: Suplentes: Moreira, Roderick, Felipe Menezes e Kardec.
Treinador: Jorge Jesus.

FC PORTO: Helton «cap.»; Fucile, Rolando, Otamendi e Alvaro; Fernando, Guarín e João Moutinho; Varela, Falcao e Hulk.
Substituições: Varela por Belluschi (74m), Falcao por Maicon (74m) e Guarín por Cristian Rodríguez (82m).
Não utilizados: Beto, James, Sapunaru e Rúben Micael.
Treinador: André Villas-Boas.

Marcadores: Guarín (9m), Saviola, (18m, g.p.) e Hulk (27m, g.p.).

Disciplina: cartão amarelo para Aimar (3m), Airton (14m), Otamendi (17m e 70m), Fábio Coentrão (22m), Roberto (26m), Fucile (32m), Javi García (68m), Alvaro (82m), Jardel (89m) e João Moutinho (95m); cartão vermelho, por acumulação de amarelos, para Otamendi (70m) e directo para Cardozo (87m).

O FC Porto é o novo campeão nacional e colocou a cereja no topo do bolo em pleno Estádio da Luz, depois de vencer o Benfica por 2-1. Os dragões foram superiores ao longo dos 90 minutos e contaram com a pouca inspiração de Roberto para obter a ansiada conquista do 25º campeonato da sua história.

Logo nos instantes iniciais, Roberto voltou a “borrar a pintura” e desde o início se percebeu que na Luz estava um Benfica mais nervoso perante a possibilidade de passar o título de campeão nacional para o rival FC Porto. Roberto personificou esse sentimento aos 8 minutos: Guarín foi à linha, cruzou forte e junto à linha de golo e Roberto meteu as mãos à bola para a desviar para dentro da baliza. Estava feito o 1-0.

A defesa do Benfica, com Sidnei à cabeça, mostrava-se trémula, mas aos 16’ o jogo sofre uma reviravolta. Duarte Gomes assinala falta de Otamendi sobre Franco Jara na grande área e Saviola restabelece a igualdade. A falta parece duvidosa.

O Benfica cresceu então no encontro e conseguiu levar o jogo para mais perto da área portista. Estavam melhor os encarnados, mas o que não esperavam era que Falcao aparecesse completamente isolado frente a Roberto. O espanhol saiu aos pés do avançado do FC Porto e não evitou o derrube, com Duarte Gomes a assinalar novo pénalti. Hulk fez o 2-1 e comemorou o seu regresso à Luz com Sapunaru, numa espécie de “vingança” depois dos castigos no Caso do Túnel.

O Benfica procurava no segundo tempo não entregar o título de campeão da forma mais inglória, mas o FC Porto apareceu decidido a resolver em Lisboa a questão do título, pertencendo-lhe mesmo as melhores ocasiões do segundo tempo.

Sidnei voltou a comprometer depois da escorregadela de Javi Garcia e só o pé direito de Roberto (bem desta vez) evitou o terceiro dos portistas na Luz.

A resposta surgiu uma vez mais por Saviola. O argentino recebeu de costas na área, virou-se e rematou para bela defesa de Helton. No canto, Javi salta mais alto que toda a gente mas falha alvo por pouco.

Aos 56’, novo deslize de Sidnei, a entregar de bandeja para Falcao. O colombiano deslumbrou-se e atirou ao lado só com Roberto pela frente.

Confirmava-se uma segunda parte muito mal conseguida do Benfica, num jogo de pontapé para a frente e em que mandou mais o coração do que a cabeça.
 
A pisar os 90’, o Benfica teve a melhor ocasião para adiar a festa azul e branca, mas o remate de Gaitán esbarrou no poste.

Otamendi e Cardozo registaram também os seus nomes na folha de jogo ao serem expulsos, mas quanto ao marcador permaneceu favorável aos novos campeões nacionais, que vieram à Luz buscar as faixas de campeão.

DECLARAÇÕES NO FINAL DA PARTIDA

André Villas-Boas: «O adepto persiste acima de qualquer coisa. O sentimento é o mesmo, sendo que trabalhar com um grupo assim é excelente. Eles batalharam para mostrar realmente quem é a melhor equipa, quando vocês insistem em acreditar em mentiras. No campo mais difícil, criamos um número espectacular de oportunidades. O Benfica tem sorte em não sair daqui goleado. É assombroso o que fizemos hoje. Quem é a melhor equipa? Quem joga melhor à bola? Isso ficou provado aqui. Demos um grito de revolta contínuo, que nos ajudou a ser campeões, porque os jogadores estimularam-se com estas falsas mensagens propagadas continuamente. Falta muito campeonato e queremos continuar a pontuar. Há muita coisa que este grupo quer continuar a atingir. Ficou provado que a final da Taça não está assim tão longe como isso. Ainda podemos deitar-lhe a mão. Estes jogadores têm um talento fora do normal. Quero acreditar que sou simplesmente um líder tranquilo. O mérito tem de ser dados a todos, começando pelo presidente, que talvez tenha conseguido aqui uma das suas vitórias mais saborosas. Todos merecem parabéns, desde o departamento médico ao departamento de observação, liderado pelo Daniel Sousa, aos roupeiros e a toda a gente que trabalha no FC Porto e na SAD. Vai ser uma noite longa e com liberdade total. Amanhã é folga completa.»

Hulk: «Esta vitória tem de ser dedicada a toda a gente, do número um ao roupeiro e à comissão técnica. Sabíamos que se estivéssemos tranquilos e jogássemos o nosso futebol sairíamos vitoriosos. Podíamos ter ganho por dois, três ou quatro, mas o 2-1 foi importante para podermos comemorar. Depois vamos pensar no jogo de quinta-feira. Desde o inicio da época que desvalorizaram o plantel e grupo. Juntamente com a comissão técnica, a direcção e os adeptos, mostrámos para nós mesmos que somos os melhores. O resultado justo foi dado dentro do campo. Isto foi um papo na cara de quem não acreditava em nós. Agora vamos comemorar. O campeonato era o mais importante, mas não podemos facilitar. Vamos tentar terminá-lo sem derrotas e disputar a Liga Europa, em que também temos hipóteses. Vamos continuar a jogar o nosso futebol alegre.»

A MÁSCARA CAIU

O FC Porto é campeão nacional. Um campeão justo. Um campeão invicto em 25 jogos, com 16 pontos de vantagem sobre o segundo classificado. No jogo da consagração mostrou, como em todos os outros, que é de longe a melhor equipa da competição.

No desporto há que saber ganhar e há que saber perder. O que aconteceu hoje no Estádio da Luz, quando se apagaram as luzes e se accionou o sistema de rega, é o exemplo mais vivo do fair-play de alguma gente que gosta de parecer muito educada, mas a quem, mais tarde ou mais cedo, cai a máscara. Ela iria sempre cair, foi hoje como podia ser noutro dia qualquer.

Estamos certos de que a maioria dos benfiquistas não se reconhece neste comportamento, mas o FC Porto, sempre na vanguarda, deixa um conselho: a luz devia ter sido desligada duas horitas mais cedo, sempre dava para escapar a mais um banho de bola.

FC Porto é o clube europeu com mais títulos no século XXI

O título nacional confirmado este domingo não é apenas o 25.º da história dos Dragões. É ainda o 21.º troféu conquistado no século XXI, uma marca única em toda a Europa. Com sete campeonatos nacionais, cinco Taças de Portugal, seis Supertaças, uma Liga dos Campeões, uma Taça UEFA e uma Taça Intercontinental, o FC Porto é o clube europeu com mais títulos no século XXI.

Esta análise reporta-se às competições oficiais de topo dos 30 primeiros países do ranking da UEFA. Na segunda posição aparecem os alemães do Bayern de Munique (seis campeonatos, cinco Taças, duas Taças da Liga, uma Supertaça, uma Liga dos Campeões e uma Taça Intercontinental) e os croatas do Dínamo Zagreb (seis campeonatos, seis Taças e quatro Supertaças), ambos com 16 títulos.

Seguem-se, nesta lista, Olympique Lyon (França) e Manchester United (Inglaterra), com 15, e Rangers (Escócia), Olympiacos (Grécia) e Inter (Itália), com 14. Convém não esquecer que, esta época, ainda há troféus para conquistar: o século XXI pode tornar-se ainda mais azul e branco.

Clubes europeus com mais títulos no século XXI

1.º - FC Porto (Portugal), 21 títulos
2.º - Bayern Munique (Alemanha) e Dínamo Zagreb (Croácia), 16
4.º - Lyon (França) e Manchester United (Inglaterra), 15
6.º - Rangers (Escócia), Olympiacos (Grécia) e Inter (Itália), 14
9.º - Celtic (Escócia), Barcelona (Espanha), Kaunas (Lituânia), CSKA Moscovo (Rússia), Dínamo Kiev (Ucrânia) e Shaktar Donetsk (Ucrânia), 13

28 comentários:

Anónimo disse...

Não consigo controlar esta ânsia e confiança que sinto!! Hoje será um dia histórico. Com a tal "Qualidade e nervos de aço" eles não terão nada contra nós. Seremos CAMPEÕES no cesto do pão!!

Anónimo disse...

FORÇA GRANDE FCP!

Joaquim António disse...

hOJE VAI SER UM DIA MÁGICO!

Anónimo disse...

Contra tudo e contra todos os habilidosos: FCPORTO CAMPEÃO NACIONAL 2010/2011!
Parabéns a todos os jogadores, direcção e equipa técnica!
Ah, e já agora, quero fazer um apelo aos sócios benfiquistas para regularizarem as respectivas quotas, para que da próxima vez não fiquemos sem luz no estádio "Apaga a Luz"!
FORÇA FCPORTO!

Anónimo disse...

ALLEZ CAMPEÕES ALLEZ! VIVA O FCPORTO! QUE ALEGRIA!

RUI

Alexandre Pereira disse...

Campeoes alé campeoes alé campeoes alé !!!

Grande Porto !!!

Campeao com classe !!!

Armando da Rocha disse...

CAMPEÕEEESS ALLEZ! CAMPEÕES ALLEZ!

FCP! FCP! FCP! FCP!


QUE ALEGRIA EM SER TRIPEIRO!

Armando da Rocha disse...

CAMPEÕES DE PORTUGAL!
SEREMOS CAMPEÕES DA EUROPA!


CAMPEÕES OLÉ!

Anónimo disse...

Que alegria!

ruimanelfcp disse...

Ninguém nos para!

FCP!

Bruno Amaro disse...

CAMOEOES NACIONAIS NA LUZ!!
CAMOEOES NACIONAIS NA LUZ!!
CAMOEOES NACIONAIS NA LUZ!!
CAMOEOES NACIONAIS NA LUZ!!
CAMOEOES NACIONAIS NA LUZ!!
CAMOEOES NACIONAIS NA LUZ!!
CAMOEOES NACIONAIS NA LUZ!!
CAMOEOES NACIONAIS NA LUZ!!
CAMOEOES NACIONAIS NA LUZ!!

Anónimo disse...

campeões carago. -vergonhosa a atitude de desligar a luz da capoeira

Anónimo disse...

Nesse prisma os adeptos benfiquistas (6 milhões) esgotaram nos últimos anos o Rennie por cerca de. . . 50 anos? lol

Vá, festeja connosco!

PORTUGAL É NOSSO!

CAMPEÕEEEEEES NA LUUUUUUUUUUZ! CAMPEÕEEEEEES NA LUUUUUUUUUUZ!
CAMPEÕEEEEEES NA LUUUUUUUUUUZ!

Anónimo disse...

Campeões Campeões nós somos campeões! F C P, F C P, F C P, Glorioso, F C P, Glorioso F C P!!!

Anónimo disse...

Arbitragem inacreditável de D.Gomes, Apagão do estádio da LUZ (deve ser para poupar por causa da crise) e site da BOla "Server Too Busy" L O L. Ui vai haver tanto para falar sobre este dia.... Tanta azia... Meu Deus

paulo frica disse...

PORTO CAMPEAO NA LUZ QUE MARAVILHA, E AO MESMO TEMPO QUE VERGONHA PARA TODOS BENFIQUISTAS NO MUNDO INTEIRO POR APAGAREM A LUZ DA CAPOEIRA DO SEU TRISTE ESTADIO.

paulo frica disse...

De que maneira te posso amar mais? Meu f.c. do porto querido.

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Ontem foi uma noite que ficará para sempre na memória de todos os portistas. Foi um título com um sabor especial, conquistado no terreno do adversário que por artimanhas extra-campo e ratos de túneis nos roubou o título na época passada.

Ontem mais uma vez ficou provado que somos superiores, e que nem com um árbitro que fez uma arbitragem vergonhosa, perdoando expulsões ainda na primeira parte a Aimar e Airton por segundo amarelo, que marcou um penalti fantasma de Otamendi com consequente amarelo, e depois na segunda parte com expulsão do atleta. Com um árbitro que não mostra vermelho numa tentativa de agressão a pontapé de Javi Garcia a Varela e numa outra tentativa de agressão com cotovelada de Cardozo a Helton, está tudo dito.

Lamentável e vergonhosa a actuação deste benfiquista Duarte Gomes.

O que se passou no final do jogo, com o apagar das luzes e ligação do sistema de rega, foi uma provocacao intolerável aos atletas do FC Porto e seus adeptos. Foi uma falta de respeito para com os orgaos de comunicacao social. Isto é falta de fairplay que deve ser punida severamente. Os jogadores do Porto é que estavam demasiado felizes para se chatearem com os elementos desse clubezeco de acefalos!

Os nossos bravos adeptos que se deslocaram à Luz tiveram um comportamento exemplar, e mesmo sem adereços fizemos a nossa bonita festa.

Conquistamos o 25º. título, e a festa fez-se por todo o país com caravanas de carros em festejo rumo às vilas e cidades.

Última palavra para o saudoso Dr. Pôncio Monteiro, a quem este título também é dedicado.

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Anónimo disse...

Ganhar o titulo no estádio das Trevas é inacreditável e tem um sabor inesquecivel! Aos vermelhos há muito que caiu a máscara mas perante o que se viu ontem JAMAIS terão moral para criticar seja o que for! AMO-TE POOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOORTOOOO!

Um abraço,

Portista de Cascais

Anónimo disse...

Heroes do pais!

100 % Dragão disse...

CAMPEÕES!!!


Obrigado Porto!!!

Anónimo disse...

Ser Lisboeta (inteligente) mas PORTISTA nestas alturas dá muito mais GOZO!!!
Apagamos a luz...
PORTOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!
Artur Reis

Anónimo disse...

Campeões na Luz, sem Luz mas com muita Chama!

:D

Frederico dias disse...

eu disse que íamos ser campeões sem nenhuma derrota... está aqui provado no post da apresentação do nosso carissimo Mister... eu acredito.... acredito que somos a melhor equipa de portugal...Para aqueles que nos arrasam, só tenho uma pequena frase.....

CAMPEÕES NA LUZ..... AI JESUS ......!!!!



ABRAÇO

Tiago Araújo disse...

É verdade! Estou com uma euforia!

Viva o FCP!

somos campeões!

P. Ungaro disse...

Contra factos não ha argumentos, o FCP ganhou quer o jogo de ontem quer o campeonato com toda a justiça, mesmo contra muitos "acidentes" de percurso como a miseravel arbitragem de duarte gomes.
Tem a melhor equipa, tem o melhor treinador e tem a melhor estrutura e por isso é que ganha mais que os outros.
Lamentavel é o mau perder da equipa derrotada, mas vem na senda das atitudes de guerrilha que desde o ano passado usam mas que este ano não lhes valeu de nada.

um abraço

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

Pika disse...

OBRIGADO PORTO!!!

Anónimo disse...

Da ilha da Madeira um grande VIVA ao POOOOOOORTOOOOOOO!!!!.
CAMPEÔES.