quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Antevisão do Jogo Portugal x Espanha - Candidatura Ibérica


Hoje jogam duas selecções fortíssimos, neste caso Portugal x Espanha,  Espanha se não se recordam sagrou-se campeã do Mundo no Mundial da África do Sul.

O encontro realiza-se às 21:00h e tem direito a transmissão televisiva na RTP1.

O Centro da atenções neste jogo vai para o craque português Cristiano Ronaldo.


Lista de Convocados: ---


Antevisão de Paulo Bento:


Havendo agora alguma discussão sobre quem deve ser o guarda-redes, se continuando Eduardo ou entrando Rui Patrício, teme que isso intranquilize a defesa?
Não. A Selecção deve ser espaço para os melhores e deve haver um elevado grau de competitividade em todos os sectores e posições. Neste momento temos dois guarda-redes que jogam com assiduidade. Depois há outros com qualidade, mas que não estão a jogar nos seus clubes. Poderá vir a ser um problema, em função do menor leque de escolha, mas isso não pode trazer nenhum problema à Selecção nem ao Eduardo. Ele vem de um Mundial onde foi um dos jogadores em foco. Teve depois um momento menos positivo, mas eu já disse que o pior que podíamos fazer era retirar-lhe a confiança. Sem que isso signifique que não podemos testar outras soluções. Basta ver que o Beto tem muito poucas internacionalizações e que o Rui Patrício, que até esteve no Euro'2008, tem zero.

Aos 35 anos, João Tomás marca golos e é sugerido para a Selecção. Ele próprio já disse que o Paulo Bento não olha à idade. Admite vir ainda a dar-lhe uma oportunidade?

É subjectivo responder. O que é certo é que não irei olhar à questão do BI para fazer a convocatória. Esse não é um critério. Temos aqui dois pontas-de-lança [Postiga e Hugo Almeida] que se adequam bem ao que queremos e temos um jogador mais para usar num sistema com dois na frente, que é o Ronaldo, que até pode jogar sozinho. O João Tomás poderá estar num outro leque de jogadores, como o Liedson, o Saleiro, o Nélson Oliveira e o Orlando Sá... O João Tomás não é por isso um caso isolado, mas a idade não será um critério.

 Sem pedidos de poupança


Limitado a seis substituições, o que implica que cinco atletas joguem os 90 minutos, Bento garante que nenhum clube o contactou no sentido de que algum fosse poupado. "Temos uma relação que quero que seja aberta e de disponibilidade para se poder conversar, mas há questões que têm de ser resolvidas por quem de direito. Na Selecção, queremos o nosso espaço. Não fazemos o calendário, e os jogos têm de ser disputados", salientou, afirmando que Ricardo Carvalho, tocado - e que o Real não queria ver em campo -, jamais será posto em risco: "Ainda vamos avaliar. Mas seguramente não vamos colocá-lo em risco."

Bosingwa "diferente" de Veloso


Bento não avançou quem irá ser o lateral-esquerdo, mas admitiu que será ou Bosingwa, o mais provável, ou Miguel Veloso: "São jogadores que, nessa posição, oferecem coisas diferentes ao jogo em termos técnicos, tácticos e físicos. Irei decidir em função da estratégia para o jogo, sendo que o Bosingwa vem de uma paragem mais longa do que o Miguel."

Mourinho e Guardiola? "Dois ganhadores"


A propósito do Barcelona-Real Madrid do fim do mês, Bento foi confrontado com o outro... duelo ibérico: Mourinho versus Guardiola. "O Mourinho adaptou-se a todos os clubes e fê-lo bem. Ganhou tudo por onde passou. O Pep esteve sempre no mesmo clube. Os dois, da sua forma, são treinadores vencedores. Têm ideias distintas, mas não há um com que me identifique, até porque devemos ter ideias e convicções e não imitar ninguém. Não há duplos", respondeu.

"Aqui não há vinganças"


No último encontro com a Roja, Portugal perdeu e ficou fora do Mundial. Esta é uma ocasião para a vingança? "Não, isso não. As minhas equipas não têm sentimentos de vingança, até porque perdemos um jogo com uma selecção que durante os 90 minutos foi melhor do que nós e foi melhor do que todas as selecções no Mundial", disse Bento, reforçando: "Não temos de nos vingar, temos de ir com um sentimento de ambição."

Del Bosque é "um senhor"


Del Bosque é um treinador já de outra geração, mas o seleccionador português admira-o como técnico e pessoa: "Não tive o prazer de ser treinado por ele. É um ganhador e um senhor. O comportamento que teve no Mundial, desde que perdeu com a Suíça até ser campeão, e recentemente ao partilhar um prémio com o Aragonés [campeão da Europa em 2008] é de um senhor."

5 comentários:

r.m.silva da costa disse...

Tem tudo para ser um jogo interessante: sem pressão, grandes jogadores e desejo de afirmação da nossa equipa.

Tenho pena que, mais uma vez, Varela não possa estar presente. Parecia-me um jogo talhado para ele mostrar todo o valor que possui.

Anónimo disse...

força portugal..

João Manuel Couto disse...

Boa Tarde,
Acredito absolutamente no C. Ronaldo e de que vamos mostrar aos espanhóis quem somos.
FORÇA PORTUGAL!
FORÇA FCP!
abraço

Nuno Araújo disse...

O capitão da Selecção Nacional, Cristiano Ronaldo, elogiou, esta terça-feira, o valor da selecção espanhola e acredita que o particular será «espectacular».

«Vai ser um jogo que nós gostamos, porque vamos defrontar a Espanha, a melhor selecção do momento», realçou Cristiano Ronaldo, em declarações à TVE.

O capitão de Portugal acredita que vão estar reunidas todas as condições para ser um excelente jogo: «A Espanha é a campeã do mundo e vamos entrar em campo muita esperança. Jogamos em casa e estou confiante que o estádio vai estar cheio. O ambiente será espectacular.

Sobre a derrota no Mundial (1-0): «Não penso que tenhamos uma espinha encravada. No futebol umas vezes ganhámos e outras perdemos.»

Anónimo disse...

logo acabar com a raça espanhola!