segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Ainda o Dilúvio de Coimbra...


Visto que foi impossível jogar um futebol espectacular, com muitas exitações durante o jogo, com um futebol quase nada ofensivo no Estádio Cidade de Coimbra.

Este jogo realizou-se entre o 1º classificado o F.C.Porto e o 4º classificado o Académica.

Pelo que ouvi dizer no Sábado e dia esteve agradável, o sol ia espreitando às vezes, mas que durante o dia todo não choveu. Tudo perfeiro para um futebol espectáculo entre as duas equipas. O meu amigo João Manuel Couto entra no estádio 1 hora e 15 minutos antes da partida, as duas equipas entram para o relvado para efectuarem o devido aquecimento, relvado verdinho, sem poças.


Os jogadores depois de terem efectuado o aquecimento voltam às cabines para se preparam ambas para o jogo, passado algum tempo uma carga de chuva monumental abate-se sobre o terreno do jogo e em vez de ser um terreno perfeito, tinha transformado numa "piscina".


Os primeiro 10 minutos foram contragedores para as duas equipas que quase todo o jogo não se conseguiram habituar do terreno de jogo.
Também nos primeiros 10 minutos a TVI teve falhas devido ao temporal que se pôs na cidade de Coimbra.


Depois nos 40 minutos a mesma situação se voltou a repetir, uma chuvada forte inundou ainda mais o relvado.

Grande dedicação e muito esforço de ambas as equipas, o que nos interessa realmente é os 3 pontos alcançados.

12 comentários:

Anónimo disse...

Finalmente Tiago!
UM EXCELENTE POST!
Subscrevo aquilo tudo o que tu dizes!

abraço
rui

Remente FCP disse...

Boa Tarde,
Finalmente um post feito por ti, e excelente post.
Parabéns!
abraço

OrgulhoAzul disse...

Não tenho nenhuma pretensão em querer ser diferente mas não encontro razões de vulto para que o jogo de Coimbra se não cumprisse, apesar das condições que o relvado evidenciava.

É uma contingência previsível com que as equipas devem contar e, se foi entendido que estavam reunidas as condições mínimas aplicáveis cumpriu-se a lei.

Também discordo que se diga que estes jogos o resultado só pode decidir-se por lances fortuitos. O FCP, como muitas vezes aconteceu no Dragão ou noutros campos, perdeu oportunidades que poderiam levar a uma goleada, inclusive um grande penalidade.

Foi um jogo admirável de resistência física por parte dos jogadores, de excelente adaptação às condições do relvado e bem jogado tacticamente.

E ganhou a melhor equipa, com grandes desempenhos individuais, sem favores arbitrais, antes pelo contrário.
Era de esperar mais para ser considerado um grande jogo?

Tiago Araújo disse...

«O relvado do Estádio Cidade de Coimbra tornou-se um dos inesperados protagonistas do duelo de ontem à noite. É que com apenas uma dezena de dias de vida e estreado na semana passada na recepção ao Nacional, o novo tapete do palco conimbricense não resistiu a uma forte bátega de água que caiu momentos antes de o desafio começar. Um imponderável que apanhou de surpresa as duas equipas que, durante o aquecimento, não tiveram quaisquer problemas. Mas o caso mudou de figura e durante 90 minutos o futebol foi mais aquático que outra coisa. Ao intervalo, os responsáveis portistas fizeram saber a Duarte Gomes que, depois de o jogo ter começado, o melhor seria terminá-lo, e isso apesar da lesão sofrida por Fernando.»
in O JOGO, 31/10/2010

Anónimo disse...

Finamente um post seu, e nota-se logo que é seu.
Mas assim é que é, posts da sua autoria é que o 'pessoal' quer ler!

Seabra

Anónimo disse...

Parabéns pelo post!

santos

Anónimo disse...

Caro Tiago,

Prometo que vou deixar de ser ingénuo quanto à independência da TV Pública e até do seu Provedor, que cambada...

Quanto ao mais, permita-me dizer que passadas estas jornadas haverá muita gente que ainda não digeriu os sapos que teve de engolir com o sucesso do nosso treinador e equipa. E aqui incluo não só os nossos adversários e inimigos, mas também muitos portistas, uns mais reflexivos que outros...


Um abraço,

Portista de Cascais

Armando da Rocha disse...

Boa Tarde,
Por acaso repararam no flash da TVI ? Não há niguem que chegue a roupa ao pelo aquele Cabrão de Jornaleiro.

P.S.- Excelente post Tiago!

JOSE LIMA disse...

Olá Tiago
Obrigado por ter lido o Mística, pelo seu post, pelo Blogue, e pelas excelentes imagens dos nossos amigos das Fotos da curva.
Abraço

Anónimo disse...

Belo texto Tiago!
abraço de
antonio9

Anónimo disse...

Perdemos pela margem minima em basquetebol e em ambiente hostil.
Mas temos equipa.
O americano Ogirri se não melhorar de rendimento nos tempos mais proximos tem que ser substituido rapidamente por um base de categoria, para sermos mesmo candidatos.

Anónimo disse...

Em relação á chuva no Est.de Coimbra
Era ver e ouvir os comentadores vermelhuscos a dizerem que o jogo não se deveria ter realizado;é como quem dis:com o relvado sem água avia uma possibilidade de o Porto perder 3 pontos
Mas estes tótós não viram que :fói como o Batismo de um bébé,Fói água para benzer quem merece estar na frente e não quem tem vivido de Golpadas,que até teem quem lhes renda vassalagem vassalagem Vitinha vaidoso