terça-feira, 19 de outubro de 2010

Dragão comemora na Quinta os 300 jogos na Europa



A história do dragão na Europa começou com cinco derrotas mas hoje mostra quatro troféus. 54 anos depois o FC Porto é um dos gigantes da UEFA e esta semana na Turquia commemora 300 jogos na Europa.

A celebração está em marcha através da Liga Europa e uma vitória em casa do Besiktas dará mais brilho e intensidade à dobragem da terceira centena de partidas. 

Um número próprio de um gigante europeu, conta-corrente que atesta a fama e solidez deste bicampeão da Champions que festeja, esta temporada, a 49.ª presença nas provas organizadas sob a égide da UEFA, num total de 53 participações nessas diversas competições, da saudosa Taça das Cidades com Feira às três presenças na Supertaça Europeia, o desígnio final.

É, então, desde 1956/57 que se ouve o vozeirão portista nas noites europeias. Um holofote azul que ganhou maior intensidade nas últimas décadas, anos de afirmação que elevaram o FC Porto à condição superior de adversário temível, hoje reconhecidamente um clube com rótulo Champions - é, a par de Real Madrid e Barcelona, o segundo clube europeu com mais participações no modelo da Liga dos Campeões (15), logo atrás do Manchester United (16), caindo, espaçadamente, para a segunda competição da UEFA, como acontece este ano, depois de mais quatro participações consecutivas na solenidade das estrelas.

Começando encalhado, mas saindo progressivamente do mapa sombrio dos perdedores crónicos, o dragão viria a surpreender a Europa em variadíssimas ocasiões e a enlouquecer os seus adeptos e os portugueses em geral com duas Taças dos Campeões, com uma Taça UEFA, com uma Supertaça Europeia e ainda duas Taças Intercontinentais, que não entram, necessariamente, nestas contas de orgulho e prestígio por terem égide FIFA, sendo, no entanto, épicos de sempre e para sempre.

Hoje, à entrada dos 300 jogos europeus, quase todos os adversários sentiram, no crescimento imparável, o contraveneno portista, e à pronúncia do Norte acrescenta-se o peso enorme da coluna de prata em troféus que vincam a história e a realidade do que é o FC Porto da modernidade. 

fonte: abola.pt

5 comentários:

João Manuel Couto disse...

Bom Dia,
É uma marca importante para o FCPorto, 300 jogos é obra, isto a contar com a champions league e uefa europe league.
abraço de
J. Manuel Couto

OrgulhoAzul disse...

É uma marca de 300 jogos muito importante para o nosso fcp.
abraço

Anónimo disse...

Somos Porto!

Tiago Araújo disse...

João e OrgulhoAzul,
Sem dúvida que é uma marca importante para o FCPorto.
Amanhã estará publicado aqui no blogue um post sobre a entrevista que Ricardo Quaresma falou.
abraço

Super Player disse...

este blog é muito bom mas se gostarem de jogos venham a este

http://homeoftheplayer.blogspot.com/