sexta-feira, 13 de março de 2009

O dia a dia em « Super Flash »

Rodríguez: «Sentimo-nos com muito ânimo»

Visivelmente feliz por o F.C. Porto ter conquistado um lugar nos quartos-de-final da UEFA Champions League, Rodríguez acredita que o facto de os Dragões terem eliminado o Atlético de Madrid pode servir de motivação-extra para a recepção à Naval (22ª jornada do campeonato) e confia que os jogadores vão deixar tudo em campo.
Na superflash realizada esta sexta-feira de manhã, no relvado do CTFD PortoGaia, o nº 10 azul e branco partilhou que prevê uma partida difícil e pediu paciência aos companheiros, no caso de não se adiantarem no marcador tão cedo como desejariam.
Os Tricampeões Nacionais defrontam o conjunto da Figueira da Foz no próximo domingo, 15 de Março, às 20h15, no Estádio do Dragão.
«Estamos contentes por termos passado à próxima fase da UEFA Champions League e queremos continuar a ganhar.»
«A recepção à Naval vai ser um jogo complicado. Sabemos que todos os adversários que vão ao Dragão nos criam bastantes dificuldades, mas temos confiança no grupo de que dispomos e na qualidade dos nossos jogadores e vamos deixar tudo em campo.»
«O facto de termos eliminado o Atlético é mais um factor de motivação para esta partida. É um grande clube e tem bons jogadores. Conseguimos seguir em frente e isso dá-nos naturalmente maior alento para o que aí vem.»
«Não diria que temos maior dificuldade em jogar em casa. O que se passa é que os adversários fecham-se mais quando vão ao Dragão e torna-se mais complicado marcar golos. Temos de ter paciência e continuar a dar o máximo.»
«Não sei se atravessamos o melhor momento da época, mas o que é certo é que nos sentimos com muito ânimo para seguir em frente e continuar a aprender.»
«Sempre me senti contente no F.C. Porto e apoiado pelas pessoas que confiaram em mim. Espero ficar muito tempo no clube, ter o máximo de rendimento e ganhar muitos títulos.»
«Não creio que o jogo vá ser mais difícil só porque não podemos contar com o Fernando nem com o Hulk. Há companheiros que aguardam certamente por uma oportunidade e estou seguro de que vão dar o máximo e aproveitá-la da melhor maneira possível.»
«Não penso nos rivais. Prefiro preocupar-me com os meus companheiros e com o jogo que temos no fim-de-semana.»
«Já revimos o encontro da primeira volta. O que acontece é que para o F.C. Porto todos os desafios são uma espécie de final. Há que treinar e procurar fazer melhor na partida deste fim-de-semana.»

fonte: fcporto.pt

1 comentário:

A Outra Verdade disse...

Sem o Fernando e o Hulk isto será mais dificil, penso que jogará o Tomás Costa a médio defensivo (ou sera o Andrés Madrid?) e jogará no lugar do Hulk o Farias. Jogos em nossa casa têm sido um suplicio, espero intensamente uma vingança da 1º volta, e era bom que os nossos rivais perdem-se pontos, embora não me acredito.
Temos que ser agressivos e ter um pouco de sorte no nosso estádio.