sexta-feira, 7 de novembro de 2008

O dia a dia em «Super Flash...»


Discurso coerente e decidido. Rolando admite que a vitória sobre o Dínamo Kiev foi uma «alegria» para o F.C. Porto, mas lembra que a moral da equipa não se altera conforme os resultados. O objectivo é sempre «lutar para ganhar» e é isso mesmo que os jogadores pretendem fazer em Alvalade, frente ao Sporting.

O central dos Dragões perspectivou o desafio referente à 4ª eliminatória da Taça de Portugal esta sexta-feira de manhã, na super flash realizada no relvado do CTFD PortoGaia, no Olival.

O encontro entre F.C. Porto e Sporting tem início marcado para as 20h45 de domingo.

«A equipa encontra-se igual. A moral do F.C. Porto é sempre a mesma: lutar para ganhar. Se conseguirmos, como aconteceu, trata-se apenas de mais uma vitória.»

«É verdade que nos saiu algum peso dos ombros, mas só porque não estamos habituados a derrotas. É sempre bom ganhar e é isso que tentamos fazer em todos os jogos.»

«Espero um jogo difícil frente ao Sporting, sobretudo porque vamos jogar fora de casa. Trata-se de um encontro da Taça de Portugal, a eliminar, e vamos tentar ganhar.»

«Não alterámos nada em relação aos últimos jogos. Desenvolvemos o nosso trabalho como habitualmente. A diferença é que, desta vez, as coisas nos saíram bem.»

«A sorte é subjectiva. Podemos dizer que fomos felizes, porque marcámos no último minuto do jogo, mas a verdade é que já tínhamos enviado uma bola ao poste. Prefiro, portanto, falar na qualidade dos jogadores. Jogadores de qualidade o F.C. Porto tem de certeza.»

«O golo que apontei significou um momento de enorme alegria e satisfação, não só para mim, mas para todos os meus companheiros. Lutámos muito, sabíamos que a vitória nos permitiria alcançarmos o segundo lugar do grupo, e termos conseguido ganhar foi uma enorme alegria, pois deixou-nos mais perto do nosso objectivo.»

«Sendo a Taça de Portugal uma prova a eliminar, o único resultado que nos interessa é só mesmo a vitória. E vamos fazer de tudo para consegui-la.»

«O facto de já termos defrontado o Sporting duas vezes esta época não quer dizer nada. Os jogos nunca são parecidos, sobretudo quando as competições são diferentes.»

«Não nos interessa se o Sporting está moralizado ou não. O que é importante é sabermos que estamos preparados para o jogo.»

«A maior dificuldade que poderemos encontrar neste jogo (como em todos os outros) terá a ver exclusivamente com o nosso rendimento. Se estivermos bem, tenho a certeza de que vamos cumprir os nossos objectivos.»

«O Helton e o Nuno são dois guarda-redes de grande nível, pelo que me é indiferente ter um ou outro na baliza.»

«Claro que preferimos não sofrer golos, mas não considero isso preocupante, desde que a equipa ganhe. Isso é que é verdadeiramente importante.»

«Independentemente da força que o Pedro Emanuel tem no balneário (afinal de contas, é o capitão), para nós é igual que seja ele a jogar ou qualquer outro. Todo o plantel tem qualidade para jogar. Dentro de campo, somos todos iguais.»

«Não sou titular indiscutível. Por agora, estou a jogar e trabalho para continuar a fazê-lo. Esse era o meu objectivo quando vim para o clube e espero continuar a fazer parte das opções do mister.»

in fcporto

2 comentários:

tiago araújo disse...

no domingo vámos defrontar o Sporting.

Edge disse...

Adiciona o meu blog aos vossos links sff que nós depois também vos adicionamos sff

www.awp-vadalhoco.blogspot.com

Ponham-no como AWP